Blog | Guepardo Aventura ao Extremo

Blog

Voltar
Home > Blog

06

03

Não esqueça de entrar em contato com o Camping para confirmar valores e a validação do desconto.

CONHEÇA O CLUBE GUEPARDO – ACESSE > https://goo.gl/9iJGGr

Comente

30

01

Na última quinta-feira (27/01/2017), tivemos o prazer de receber o casal Daniel e Eveline, mineiros de Uberlândia (MG) apoiados pela Guepardo, e que iniciaram uma grande aventura chamada “Pela Vida Afora”. O objetivo é fazer uma viagem de 7 mil quilômetros pela América do Sul durante um ano, percorrendo seis países de bicicleta, acompanhados dos cães da raça poodle, o Ozzy e a Maya. Os pets estão em um bike trailer fixo na traseira da bicicleta de Daniel.

O ponto de partida do casal foi a cidade de Blumenau-SC e seguem em direção ao sul pelo litoral de Santa Catarina e Rio Grande do Sul até chegarem ao Chuí e cruzar a fronteira com o Uruguai. Pretensão é contornar o litoral leste do Uruguai, até chegar à cidade de Punta del Este.
A partir daí, o casal parte rumo a oeste, seguindo pelo litoral sul do Uruguai, passando pela capital Montevidéu. Em seguida, cruzam a fronteira com a Argentina de balsa, chegando a Buenos Aires. Logo após cruzarem a Argentina de leste a oeste, chegam até a cidade de Mendoza, aos pés das cordilheiras dos Andes.
Cruzando as cordilheiras, estará a cidade de Santiago, a capital chilena. Seguindo até o litoral, voltado para o Oceano Pacífico, na cidade de Valparaíso. A partir daí, começa a viagem rumo ao norte, seguindo até chegar ao deserto do Atacama, até San Pedro do Atacama e fazendo a travessia para a Bolívia, passando por Uyuni até chegar à capital La Paz.
Seguindo até o Peru, passam pelo Lago Titicaca, até chegar a Cusco. Esse não é um roteiro definitivo, pois o casal está aberto a mudanças devido ao clima, e aos novos conhecimentos ou encontros inesperados pela vida afora.

Dá uma olhada no mapa aí embaixo:

Se você está curioso para saber como levar os pets nessa grande aventura, confira o vídeo abaixo:

Quer acompanhar a cicloviagem de pertinho? Curta a Fanpage @pelavidaafora

Comente

17

10

Santa Catarina é o estado pioneiro em cicloturismo no Brasil. Local de nascimento e criação do primeiro circuito de cicloturismo do país. Atualmente com diversos circuitos oficiais e com todos os atrativos e belezas que oferece, tem um imenso potencial a ser explorado por ciclistas de todo país e do exterior também. Em virtude disso, nos dias 12 e 13 de novembro ocorre a grande Expo Bike 2016 no Pavilhão de Eventos Henry Paul – Rua Julius Schaidemantel s/º na cidade de Timbó – SC, o evento é organizado pela CIMVI – Consórcio Intermunicipal do Médio Vale do Itajaí e conta com o apoio da Guepardo, que já é figura entre as principais marcas de produtos para camping, lazer e esportes de aventura no Brasil.

14500181_1793199404264671_4657123579491018088_o

O evento é composto por 4 pilares que estimulam o esporte e o cicloturismo da região, entre elas temos a:

Corrida Rústica

Uma rústica com duas distâncias 5Km e 10Km as provas serão válidas para o Ranking da 9º Etapa Circuito Timbó de Corridas noturnas.
Inscrições: http://inscricoes.focoradical.com.br/prova/780-1a-corrida-rustiva-timbo-10k
Facebook: https://www.facebook.com/circuitotimbodecorridasnoturnas/

2corrida-noturna-2

1º Desafio Vale Europeu

Um aventura pelas mais lindas rotas do Vale Europeu, divididas em 4 modalidades.
Saiba mais em: http://www.riscozeroadventure.com.br/index/calend_ver/211
desafio-vale-europeu

1º Encontro Catarinense de Cicloturismo

Um encontro repleto de informações, palestras e documentários onde os participantes entrarão em contato com as diversas experiências do mundo da ciclocultura.
Guias de cicloturismo, Equipamentos para Viagens de Bicicleta e contato com cicloturistas experientes no assunto.

Bicycle Touring on Whidbey Island

Bicycle Touring on Whidbey Island


Confira a programação: http://expobikevaleeuropeu.com.br/1o-encontro-catarinense-de-cicloturismo/

Velotur Vale Europeu

Uma grande viagem de bicicleta pelo Circuito Vale Europeu em Santa Catarina e ainda a oportunidade de vivenciar isso com outros cicloturistas e desenvolver trabalhos voluntários. Velotour é uma modalidade de cicloturismo criada pelo Clube de Cicloturismo do Brasil e vem sendo realizada desde 2008. Neste ano chegamos a 9ª edição no Vale Europeu com novidades, como a mudança de data, inclusão de trabalhos voluntários para todos, não teremos os PCs e nem carro acompanhando o percurso. No Velotour cada participante é autônomo, isto é, organiza suas hospedagens, carrega seus próprios pertences e tudo o que for precisar durante a viagem. Deve levar ferramentas, seu alimento e água, pertences em geral, pois não há carro de apoio. A ideia é realmente fazer uma viagem autônoma. O Velotour não tem caráter competitivo e visa estimular o companheirismo e a interação com pessoas e outras culturas. É um evento gratuito onde os participantes só arcam com suas despesas pessoais.

2015_velotourve
Saiba mais em: http://www.clubedecicloturismo.com.br

No decorrer do evento no Pavilhão de Eventos Henry Paul, o público contará com uma diversidade de eventos culturais, Exposições e passeios.
Confira tudo isso no site oficial da Expobike 2016:http://expobikevaleeuropeu.com.br
Evento no facebook: https://www.facebook.com/events/1737218443205570

Comente

16

09

O governo do Canadá anunciou que para a comemoração dos 150 da confederação canadense disponibilizará a maior trilha do mundo de 24.000 km.

A trilha que irá circular o país não terá nenhuma parte com acesso a água, ou propriedade, interrompida. A maior trilha do mundo, batizada de “Trans Canada Trail” espera ser reconhecida como o maior desafio de todo e qualquer praticante de trekking do mundo. Todas a redes de conexões do país disponível para os trekkeiros é, nas palavras do instituto governamental, “um presente dos Canadenses para os Canadenses”. O Canadá é o segundo maior país do mundo em área total (superado apenas pela Rússia) e a sua fronteira com os Estados Unidos (contanto a parte sul e noroeste) é a mais longa do planeta.

Assista o vídeo completo:

Mais informações aqui!

Comente

23

11

Camping Cabreúva promove a 2ª Festa a Fantasia no dia 26 de novembro, no salão de festas do local, a partir das 22 horas. A renda do evento será revertida para a Fundação Rotária da cidade. O uso de fantasia é obrigatório!

O evento terá a animação de Sérgio Caetano Showman, com participação do Michael Jackson Cover, artista do Programa Raul Gil.

O convite custa R$ 30 (individual) e podem ser adquiridos na Emmanoelli Modas (Jacaré), Loja Spina (centro) ou no próprio Camping pelo telefone (11) 4529-3456, com Priscila.

O evento terá a animação de Sérgio Caetano Showman, com participação do Michael Jackson Cover, artista do Programa Raul Gil

O Camping

Localizado a menos de 80 km da capital, o Camping Cabreuva é um ponto geográfico estratégico. Além da proximidade dos grandes centros urbanos, é rodeado por um verde exuberante com ampla estrutura para diversão e alívio do stress.

O Cabreúva está localizado na Rodovia Dom Gabriel Paulino de Bueno Couto, Km 92,5 – (Antiga Marechal Rondon) – Cabreúva/SP. Mais informações pelo telefone (11) 4025-5666.

Leia mais: www.campingcabreuva.com.br

Texto/Imagem: Itu

Por:
Assessoria de Comunicação Guepardo
Fernanda Wieser
Fale Conosco: 0800.646.5687

Comente

10

10

Viajar com crianças é sempre uma aventura. Para evitar que a diversão em família se transforme em frustrante lembrança, no entanto, é importante planejar bem o roteiro e tomar uma série de precauções que garantam o bem-estar dos pequenos viajantes.

No Manual do Turista Brasileiro, o casal Lucio Martins Rodrigues e Bebel Enge dá a dica: “Antes de decidir por uma viagem com babies, pense no desconforto da criança, que até 4 ou 5 anos provavelmente não vai curtir muita coisa da viagem, poderá se ressentir da mudança de clima e do jet lag (o efeito das diferenças horárias em nosso relógio biológico), poderá enjoar dentro de um carro, não terá amiguinhos para brincar…”

Somada a essa questão, também é importante levar em conta o desconforto dos próprios pais por conta da escolha de um destino pouco aconselhável para viagens em família. Eles devem ter em mente que terão de providenciar alimentação adequada à criança, não conseguirão circular por toda parte empurrando um carrinho de bebê e poderão enfrentar noites em claro ouvindo a criança chorar justo durante as tão sonhadas férias em Paris. “Por fim, pense nos pobres diabos que estão no avião com você e que terão de passar a noite em claro porque o garoto não para de chorar”, alerta o guia.

Mas nem tudo está perdido. Com doses extras de bom humor, disposição e jogo de cintura para lidar com eventuais problemas, pais e filhos podem ter dias memoráveis. O primeiro passo é escolher o destino certo, que ofereça entretenimento para crianças e atrações para adultos – ou, ao menos, o merecido sossego enquanto equipes de recreação se encarregam de distrair os pequenos.

Na hora de definir o roteiro, é importante ter em mente que os atrativos variam conforme a idade. Uma criança de 2 anos, por exemplo, não aproveitará o parque temático tanto quanto uma de 7, e não entenderá bulhufas num observatório astronômico… Já o de 10 provavelmente achará um tédio passar o domingo numa fazendinha, dando de comer aos bichos, sem amigos nem brinquedos radicais por perto.

Confira a seguir as atrações mais indicadas para cada criança conforme a idade.

2 a 3 anos

Crianças pequenas adoram animais, tanto domésticos quanto selvagens, e querem tocar em tudo. Por isso, programas em fazendinhas, zoológicos e aquários são ideais. Principalmente se for possível exercitar o tato passando a mão nos bichos.

3 a 5 anos

Nesta idade, meninos e meninas são muito ativos fisicamente. Gostam de correr e alguns já andam de bicicleta. Parques com grandes áreas verdes para lazer são infalíveis. Também é possível estimular audição, visão e cognição através da arte por meio de teatros de fantoches, shows de música e apresentações de contadores de estórias.

5 a 6 anos

É uma fase em que a criança descobre o mundo das letras, dos números e da história. Nada mais propriado do que complementar o trabalho educativo desenvolvido na escola com programas em família que estimulem a observação e o raciocínio. Museus de transportes, relógios e moedas, entre outros, costumam interessar, assim como lugares onde seja possível ver animais perigosos, a exemplo das cobras, aranhas e escorpiões do Instituto Butantan, na Capital.

7 a 8 anos

O aprendizado se intensifica nas escolas e os passeios com os pais podem ajudar a absorver o conhecimento mais rapidamente. É o período ideal para visitar museus científicos e históricos, atividades ecológicas e passeios a pé por regiões antigas.

9 a 10 anos

Em fase de pré-adolescência, a criança deixa de ver os pais como heróis e passa a buscar doses extras de independência e adrenalina. Quer conduzir a própria vida e enfrentar desafios para se autoafirmar. Ads atrações podem compreender desde a compreensão de que a Terra ficou congelada há alguns milhões de anos até a descoberta da anatomia e as inúmeras atividades que se pode fazer em um hotel fazenda, como cavalgar, pescar, praticar escalada, tirolesa etc.

Mais de 10 anos

Geralmente, as crianças desta idade preferem sair com os amigos a passar o domingo com os pais, mas é possível atrai-las com a oferta de visitar um observatório astronômico, praticar esportes radicais, ir a um parque de diversões com brinquedos que realmente façam liberar adrenalina ou com experimentos interativos, a exemplo da Estação Ciência.

DOCUMENTAÇÃO

Autorização de viagem – Não basta ter o passaporte; para um dos pais sair do Brasil acompanhado do filho com idade inferior a 18 anos, é necessária autorização por escrito do outro, com firma reconhecida, além da certidão de nascimento do menor. Há pequenas variações quanto às exigências burocráticas de um Estado para outro.

Passaporte – Qualquer menor que for deixar o País, mesmo acompanhado dos responsáveis legais, precisa de passaporte. Além dos documentos, formulário e taxa idênticos aos exigidos do adulto, é preciso ter autorização de ambos os pais para a emissão do passaporte. Mais informações no site da Polícia Federal: www.dpf.gov.br.

SAÚDE

Visite o pediatra de seu filho, veja se está tudo em ordem e quais são os medicamentos que deve levar consigo.

ADVERTÊNCIAS

Se seu filho tiver pelo menos uns 5 anos, um bom papo tête-à-tête antes da viagem pode ser útil. Explique a ele o que farão, o que visitarão, mostre o lado interessante das coisas. Navegue com ele na internet, mostrando fotos dos lugares que ele irá conhecer. E aproveite para lhe dar uns toques de como deve se comportar durante a viagem, como jamais encostar em peças de arte nos museus; nunca atravessar a rua sozinho; não bagunçar no avião (nem puxar o cabelo do passageiro da frente); e não entrar no mar sem um adulto por perto.

Caso vá para praia ou hotel com piscina, se seu filho for muito novo ou não souber nadar, alerte-o sobre os perigos. E, durante a viagem, deixe no bolso de seu filho sempre um cartãozinho do hotel onde você está hospedado. Ter seu nome e sobrenome escritos no verso do cartão ajudará muito caso ele se perca.

NO AVIÃO

1) Evite vôos com conexões. Se já é naturalmente cansativo para adultos, quanto mais para crianças…

2) As mamães que forem viajar com um bebê podem solicitar com antecedência alimentação especial. Se preferir, leve potinhos com a comida habitual de seu filho.

3) Lembre-se também de fazê-lo beber suco ou água mineral para evitar a desistratação causada pela secura do ar dentro da aeronave.

4) Você pode solicitar até fraldas, desde que se lembre de pedi-las pelo menos 48 horas antes de embarcar.

5) Entre seus direitos de mamãe, está o de reservar lugar na primeira fila de poltronas, onde há mais espaço e um berço para crianças de até 2 anos. O inconveniente desse tipo de poltrona é que o braço do assento não pode ser levantado, pois, como não há encosto na frente, os braços da poltrona têm que ser fixos para embutir as plataformas onde são servidas as refeições.

6) Crianças com menos de 2 anos não pagam a passagem; com mais de 2 anos pagam 50% da tarifa normal do bilhete.

7) Não esqueça os apetrechos necessários, como chupeta e ursinho de pelúcia ou outro brinquedo ao qual a criança seja apegada (desde que não seja uma corneta ou apito!). Isso o ajudará a mantê-la calma. Se for maiorzinha e já souber ler, leve livros ou revistas em quadrinhos, que serão uma boa forma de ocupá-la. Outra alternativa são filmes exibidos no avião, alguns dos quais podem ser indicados a crianças.

 Texto: Heloisa Cestari
Fonte/Imagem: Diário do Grande ABC

Por:
Assessoria de Comunicação Guepardo
Fernanda Wieser
Fale Conosco: 0800.646.5687

Comente

29

07

Os Estados Unidos são o país que mais engordam os turistas

 

Uma pesquisa constatou que os Estados Unidos são o local onde o turista mais engorda ao passar férias. Segundo dados publicados no jornal britânico Daily Mail, os pesquisadores descobriram que um turista típico engorda cerca de 3,6 kg durante uma viagem de duas semanas à terra de Barack Obama. Também, não poderia ser diferente, já que o país é conhecido internacionalmente por oferecer as maiores porções das comidas mais calóricas do mundo.

 

O segundo lugar que mais engorda os turistas é o Caribe, com todas as suas mordomias e resorts "all-inclusive". A França aparece em terceiro lugar, acompanhada de Itália e Grécia, que fecham os cinco países que mais engordam os turistas no mundo.

 

Pesquisadores questionaram os hábitos alimentares de dois mil britânicos em férias e constatou que 60% dos entrevistados ganharam peso durante a viagem. A terra da Rainha, inclusive, assumiu o sexto lugar na lista dos "destinos da gordura", com uma média de 3 kg por turista.

 

Entre os motivos apresentados pelos viajantes, estão as porções maiores e a possibilidade de recarregar os copos de refrigerante várias vezes sem pagar por isso. A pesquisa ainda comprovou que a metade dos turistas só percebeu o ganho de peso quando voltou para casa.

 

Confira destinos que mais contribuem para o ganho de peso do turista


1º Estados Unidos – 3,6 Kg
2º Caribe – 3,3 Kg
3º França – 3,3 Kg
4º Itália – 3,1 Kg
5º Grécia – 3,1 Kg
6º Reino Unido – 3,0 Kg
7º Portugal – 3,0 Kg
8º Espanha – 2,9 Kg
9º Turquia – 2,8 Kg
10º África – 2,7 Kg

Fonte/Imagem: Terra

 

AVENTURE-SE!

Por:
Assessoria de Comunicação Guepardo
Fernanda Wieser
Fale Conosco: 0800.646.5687

Comente

15

07

 

 

Os quatro primeiros títulos da coleção abordam os diferentes aspectos do mercado dentro da realidade brasileira: Turismo de Aventura, Turismo Contemporâneo, Eventos e Administração de Pequenos Negócios de Hospitalidade.

 

Nesta sexta-feira, dia 15 de julho, à partir das 17h00, a editora Campus/Elsevier estará lançando no 6º Salão de Turismo 2011, que acontece no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, uma coleção inédita de livros focados em turismo. Experientes profissionais de vários setores assinam esta coleção que foi coordenada pelo ex-presidente da EMBRATUR, Eduardo Sanovicz que ocupou também importantes cargos públicos e é um dos profissionais mais importantes do recente processo de renovação do turismo brasileiro. Os quatro primeiros títulos abordam os diferentes aspectos do mercado dentro da realidade brasileira: Turismo de Aventura, Turismo Contemporâneo, Eventos e Administração de Pequenos Negócios de Hospitalidade. 

 

Segundo Sanovicz, esse lançamento inaugura um novo momento para a literatura que versa sobre o Turismo. “Há tempos a cultura brasileira dialoga com a cultura internacional, tal qual a Bossa Nova com o Jazz. A Coleção Turismo vem para iniciar esse diálogo da produção internacional de literatura turística com a produção nacional, por meio de adaptações e exemplos tipicamente brasileiros”, explica o coordenador.

 

Em Turismo de Aventura, os autores Ralf Buckley e Ricardo Uvinha mostram que o esporte é um grande motivador do turismo que busca não só a prática, mas também leva milhões de entusiastas por ano a se movimentar para assistir às suas atrações. 
Eventos é leitura indispensável para profissionais, estudantes e estudiosos deste segmento. Escrito em linguagem simples e direta, descreve o cenário e estrutura básica do turismo e dos eventos. Os principais conceitos do marketing, do marketing de destinos e do planejamento de congressos e conferências (com visão gerencial e prática) também são abordados, com bastante amplitude, pelos autores Tony Rogers e Vanessa Martin.
Turismo Contemporâneo é escrito por Chris Cooper, C. Michael Hall e Luiz Gonzaga Godoi Trigo e oferece ferramentas valiosas para entender as características dos serviços turísticos e reconhecer os estágios do sistema e suas implicações para a experiência turística, além de conhecer os mercados contemporâneos de produtos de viagens e compreender os aspectos da governança nessa área, entre outros temas relevantes.
O livro Administração de Pequenos Negócios de Hospitalidade, escrito por Conrad Lashley e Ana Paula Spolon, tem o objetivo de ser uma ferramenta útil para os gestores de pequenos negócios da área de hospitalidade e também para acadêmicos que sejam responsáveis pela formação de estudantes dedicados a essas carreiras.

 

Texto/Imagem: Revista Hotéis

 

AVENTURE-SE!

Por:
Assessoria de Comunicação Guepardo
Fernanda Wieser
Fale Conosco: 0800.646.5687

1 Comente

10

03

 

Pavilhão do Brasil na ITB ressalta as cidades da Copa do Mundo de 2014 e seus arredores. Após aumento de receita em 11% em 2010, setor quer ultrapassar os 7 milhões de turistas estrangeiros durante o Mundial.

 

 

É com espírito de Copa do Mundo que o Brasil expõe na ITB, maior feira mundial de turismo, que ocorre até este domingo (13/03) em Berlim. São 55 expositores e um espaço de quase 750 metros, com destaque especial para as 12 cidades-sedes da Copa de 2014. Elas são exibidas em grandes painéis no pavilhão brasileiro, onde dominam a cor branca e as curvas da arquitetura de Oscar Niemeyer. A ideia principal é mostrar que o Brasil é muito mais que futebol e carnaval.

 

"Uma questão estratégica importante é exibir essa riqueza que temos em nossos destinos. Temos a cultura local, os eventos da cultura brasileira. Não só o chamado destino de sol e praia", ressalta o presidente da Embratur, Mário Moysés.

 

Por isso, o Brasil também destaca nesta ITB (sigla em alemão para "bolsa de turismo internacional") novas rotas de turismo ecológico, muitas delas nos arredores das sedes da Copa, complementando as opções das cidades onde vão acontecer os jogos do Mundial.

 

 

Rota une três estados

 

Uma das novidades apresentadas este ano é a Rota das Emoções, unindo num só roteiro destinos de natureza exuberante de três estados, como Jericoacoara, no Ceará, o Delta do Parnaíba, no Piauí, e os Lençóis Maranhenses.

 

O projeto consiste em trechos off-road, com gosto de aventura, que podem ser percorridos com ajuda de mais de 20 agentes de turismo locais. "Queremos mostrar esse produto aos operadores alemães para que eles o conheçam e levem ao público final", afirma Karin Goidanich, consultora do projeto. A região é mais visitada por turistas domésticos, que representam 60% dos visitantes.

 

No entanto, há provavelmente um número considerável de estrangeiros que gostaria de visitar a região. Prova disso é a quantidade de acessos do exterior à página do roteiro. "O site da nossa rota é mais visitado por estrangeiros do que por brasileiros", diz Goidanich.

 

O circuito pode ser iniciado em Fortaleza, por exemplo, uma das sedes da Copa do Mundo de 2014. "Queremos mostrar aos europeus algo diferente do tradicional triângulo Rio-Salvador-Foz do Iguaçu", observa Rogéria Penido, diretora comercial de uma agência que oferece o roteiro na capital cearense.

 

Aventura segura

 

Outro programa unindo ecologia e esportes radicais também apresentado em Berlim é o Aventura Segura, criado através de uma parceria entre o Ministério do Turismo (Mtur), o Sebrae Nacional e a Associação Brasileira do Turismo de Aventura (Abeta).

 

O programa consiste em uma ampla série de medidas para estimular o segmento de aventura como uma atividade segura em diversas regiões brasileiras, com criação de roteiros e treinamento de pessoal qualificado, seguindo exigentes normas de segurança.

 

O projeto, criado há alguns anos, é tema de apresentações para agentes de viagens em Berlim. "O programa vem amadurecendo e este segmento já passa agora por uma expansão", sublinha o presidente da Embratur, Mário Moysés.

 

O país vem aumentando sua receita originada de turistas estrangeiros. Segundo números da Organização Mundial do Turismo (OMT), o Brasil teve um crescimento de receita em 2010 correspondente a quase o dobro que a média internacional. A receita com turistas estrangeiros foi de cerca de 5,9 bilhões de dólares em 2010, o que representou um aumento de mais de 11% em relação ao ano anterior.

 

Dividendos de grandes eventos já aparecem

 

Em 2010 tivemos 5,1 milhões de visitantes estrangeiros", lembra Moysés. "Queremos receber durante a Copa entre 7 milhões e 7,5 milhões de visitantes e ter um crescimento sustentável maior a partir daí", acrescenta.

 

Moysés assegura ainda que os grandes eventos esportivos já estão contribuindo para aumentar o fluxo de turistas. "Desde o anúncio de que as Olimpíadas de 2016 vão ser no Rio, o turismo aumentou na cidade", afirma. "Verificamos isso a partir da ocupação dos hotéis cariocas desde então", acrescenta o presidente da Embratur.

 

O ministro brasileiro do Turismo, Pedro Novais, também está em Berlim, representando pela primeira vez o governo brasileiro numa feira internacional. Novais tem agendada reuniões para acertar possíveis cooperações internacionais visando os preparativos para os grandes eventos esportivos internacionais.

 

"Em encontro com o presidente da OMT, Taleb Rifai, este ofereceu colocar à disposição do Brasil a expertise desenvolvida por equipes da entidade durante a Copa do Mundo da África do Sul", diz Novais. "Estivemos também conversando com representantes do governo da Alemanha para obtermos uma cooperação na área de capacitação de mão-de-obra no turismo", complementa.

 

Texto: Marcio Damasceno
Fonte: DW-WORLD.DE

 

AVENTURE-SE!

Por:
Assessoria de Comunicação Guepardo
Fernanda Wieser – Relações Públicas
Fale Conosco: 0800.646.5687

 

Comente

02

03

 

Pelotas receberá neste ano a sexta edição do Congresso Brasileiro de Atividades de Aventura (CBAA), que ocorrerá no período de 1º a 03 de julho. A Universidade Católica de Pelotas (UCPel) sediará parte do evento. Com o tema “Esporte e Turismo: Parceiros da Sustentabilidade nas Atividades de Aventura”, o evento tem a graduação em Tecnologia em Gestão de Turismo da UCPel integrando sua comissão organizadora. Os professores Cristina Porciúncula e Daniel Botelho são os representantes da Instituição.

 

Entre os objetivos desta edição do congresso estão fomentar a produção científica sobre as atividades de aventura, estimular o desenvolvimento do turismo de aventura na região Sul do país e debater a questão da sustentabilidade, a partir das interfaces entre o esporte e o turismo. O evento irá promover o encontro de pesquisadores, professores, estudantes e profissionais ligados às atividades de aventura em todo o Brasil.

O evento contemplará palestras, mesas redondas, mini-cursos, oficinas, apresentações orais e de pôsteres, mostra de vídeos, mostra fotográfica e encontros de grupos.

De acordo com a comissão organizadora do evento, o Rio Grande do Sul possui tradição no apoio a competições esportivas de aventura, bem como tem demonstrado aumento no interesse em explorar seu potencial turístico por meio de atividades relacionadas à aventura na natureza. A realização deste evento no estado poderá alavancar a produção do conhecimento entre profissionais e acadêmicos de áreas como a Educação Física, Turismo, Educação Ambiental, entre outros, além de motivar novos investimentos no setor.

Comissão organizadora

Na manhã desta terça-feira (1º), representantes dos cursos de Educação Física e Bacharelado em Turismo, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel); Tecnologia em Gestão de Turismo, da UCPel; Licenciatura em Educação Física, da Universidade Federal de Rio Grande (FURG); Educação Física, da Faculdade Anhanguera de Pelotas; Laboratório de Estudos do Lazer, da Universidade Estadual Paulista (UNESP Rio Claro) e Instituto Federal Sul Rio-Grandense (IF-Sul/CAVG) estiveram reunidos no Salão de Atos da UCPel, para a organização do evento.

Além dos professores da UCPel, a comissão organizadora é formada por Enio Araujo Pereira, Mario Renato de Azevedo Júnior, Rose Meri Santos da Silva, Laura Rudzewicz, Dalila Müller e Caroline Ceretta, da UFPel; Gustavo da Silva Freitas, da FURG, Daniel Moraes Botelho e Cristina Russo Geraldes da Porciúncula, da UCPel, e Cimara Corrêa Machado, Raquel Moreira Silveira e João Gilberto Giusti, da Faculdade Anhanguera.

Histórico do evento

O CBAA surgiu por intermédio da iniciativa do Laboratório de Estudos do Lazer (LEL) do Departamento de Educação Física, Instituto de Biociências da UNESP Rio Claro, motivado pelo crescimento emergente do interesse de pesquisadores e profissionais em investigar respostas à problemática envolvendo as atividades de aventura na natureza.

Sua primeira versão (I CBAA) foi realizada em Balneário Camburiú (SC), com a participação de cerca de 70 congressistas. As edições seguintes foram realizadas, respectivamente, nas cidades de Governador Valadares (MG), Santa Teresa (ES), Mucugê (BA) e São Bernardo do Campo (SP). A última edição do evento contou com a presença de mais de 400 congressistas.

Texto: Assessoria de Comunicação e Marketing UCPel
Fonte: Planeta Universitário

 

AVENTURE-SE!

Por:
Assessoria de Comunicação Guepardo
Fernanda Wieser – Relações Públicas
Fale Conosco: 0800.646.5687

 

1 Comente

Seguidores