Blog | Guepardo Aventura ao Extremo

Blog

Voltar
Home > Blog

19

09

Vocês já conhecem a garotinha Tippi?
Ela nasceu em Nairobi, na África, em 1990 e cresceu na selva com seus pais. Tippi é filha de fotógrafos franceses da vida selvagem. Veja abaixo algumas fotos da menina na Áfricas feita pelos seus pais. São sensacionais, um belo trabalho!

Por:
Assessoria de Comunicação Guepardo
Fernanda Wieser
Fale Conosco: 0800.646.5687

1 Comente

13

11

Os coalas, animais típicos da Austrália, podem estar com os dias contados. Especialistas alertam que eles podem estar extintos em 30 anos, a menos que seja tomada uma atitude urgente para conter o declínio dessa população.

 

Entre os culpados estão as alterações climáticas e os incêndios florestais. Segundo os estudiosos, o clima mais quente e seco – resultado do aquecimento global – tem contribuído para a redução dos alimentos básicos desses animais, as folhas de eucalipto, levando à desnutrição.

 

Uma pesquisa recente da fundação australiana de proteção aos coalas constatou que o número de animais caiu mais do que a metade nos últimos seis anos – de 100.000 para 43.000.

 

"Os coalas estão sumindo. E se as árvores continuarem a ser derrubadas, não teremos mais nenhum", alerta Deborah Tabart, a chefe da fundação.

 

Texto: Veja.com
Fonte: National Geographic


AVENTURE-SE!

Por:
Assessoria de Comunicação Guepardo
Fernanda Wieser – Estagiária de Relações Públicas
Fale Conosco: 0800.646.5687

 

1 Comente

30

06

Até mesmo os animais precisam de uma mãozinha no inverno para espantar o frio. O Parque Ecológico de São Carlos (a 230 km de São Paulo) adota uma série de medidas para garantir a saúde dos bichos, principalmente àqueles da região equatorial, durante os dias mais frios.

 

A equipe do parque liga os 20 aquecedores e o sistema de calefação com lâmpadas, que atendem principalmente os macacos e algumas aves, como os papagaios amazônicos. As serpentes também recebem atenção e podem aquecer-se em pedras com sistema de resistência elétrica.

 

"A fauna equatorial é muito sensível ao frio", explica Fernando Magnani, administrador do Parque Ecológico. A temperatura média do local é de 30º C ao longo do ano, mas cai para 15º C, em média na região de São Carlos, no inverno. "Chegamos a registrar dois graus negativos", diz.

 

Alguns ambientes são construídos com barreiras arquitetônicas para reduzir a ação do vento. Os animais também recebem reforço alimentar nesta época do ano.

 

O inverno intensifica ainda o trabalho do setor veterinário do parque. Os animais, principalmente os macacos, ficam gripados com frequência e precisam de cuidados especiais.

 

"Algumas gripes, que para nós não passam de uma coriza, podem ser fatais para eles", ressalta Magnani. Por isso, os tratadores com gripe são orientados a evitar contato mais próximo com os animais.

 

O Parque Ecológico de São Carlos, mantido pela Prefeitura, fica aberto das 8h às 16h30, e a entrada é gratuita. Para chegar ao local, o visitante deve entrar no km 235 da Rodovia Washington Luis e percorrer a Estrada Municipal Guilherme Scatena até o km 2. 

 

Fonte: O Radical

AVENTURE-SE!

Por:
Assessoria de Comunicação Guepardo
Fernanda Wieser – Estagiária de Relações Públicas
Fale Conosco: 0800.646.5678

 

1 Comente

Seguidores