Blog | Guepardo Aventura ao Extremo

Blog

Voltar
Home > Blog

06

03

Não esqueça de entrar em contato com o Camping para confirmar valores e a validação do desconto.

CONHEÇA O CLUBE GUEPARDO – ACESSE > https://goo.gl/9iJGGr

Comente

02

02


Não esqueça de entrar em contato com o Camping para confirmar valores e a validação do desconto.

CONHEÇA O CLUBE GUEPARDO – ACESSE > https://goo.gl/9iJGGr

Comente

16

06

Psicólogos de duas universidades norte-americanas concluíram que passar quatro dias imerso na natureza e sem contacto com equipamentos eletrónicos aumenta a capacidade criativa e de resolução de problemas em 50%.

“Isto mostra que a interação com a natureza tem benefícios reais e mensuráveis para a resolução criativa de problemas que ainda não tinham sido demonstrados”, disse um dos autores do estudo, David Strayer, professor de psicologia na Universidade do Utah.

Para o investigador, estes resultados provam que “enterrar-se em frente a um computador 24 horas por dia, sete dias por semana, tem custos que podem ser remediados com um passeio na natureza”.

O estudo de Strayer e dos cientistas Ruth Ann Atchley e Paul Atchley da Universidade do Kansas é publicado na revista científica PLOS ONE, da Public Library of Science, e resulta de uma experiência realizada com 56 pessoas, 30 homens e 26 mulheres, com uma média de 28 anos.

Os participantes estiveram, durante quatro a seis dias, em passeios na natureza nos estados do Alasca, Colorado, Maine e Washington, nos quais não era permitida a utilização de aparelhos eletrónicos.

Foto: Dimas de Campos

Dos 56, 24 fizeram um teste de criatividade com dez perguntas antes de iniciarem o passeio e os outros 32 realizaram o mesmo teste na manhã do quarto dia de passeio.

Os resultados foram claros: as pessoas que já estavam há quatro dias na natureza tiveram uma média de 6,08 perguntas certas, enquanto os outros tiveram apenas 4,14.

“Demonstrámos que quatro dias de imersão na natureza, e o correspondente desligamento da tecnologia, aumenta o desempenho em tarefas criativas e de resolução de problemas em 50%”, concluíram os investigadores, sem esclarecer se o efeito se deve à natureza, à ausência de tecnologia ou à combinação de ambos os fatores.

Os investigadores recordaram estudos anteriores segundo os quais as crianças passam hoje apenas 15 a 25 minutes por dia em atividades de exterior e desportivas, que as atividades recreativas na natureza têm estado em declínio há 30 anos e que, em média, as crianças dos oito aos 18 anos passam mais de 7,5 horas por dia a usar o computador, a televisão ou o telemóvel.

“Há séculos que os escritores falam da importância de interagir com a natureza (…), mas não sabíamos bem, cientificamente, quais os benefícios”, disse Strayer.

AVENTURE-SE!
GUEPARDO
www.guepardo.net
Fale conosco: 0800 646 5687

Comente

03

11

Estar em contato direto com a natureza, ter um momento especial com a família e amigos, viajar economizando, meditar são alguns dos diversos benefícios de acampar. Confira aqui os privilégios dessa atividade outdoor e aproveite esta experiência.
Muita gente está tão inserida na vida urbana que nem consegue imaginar uma vida ao ar livre. Acampar parece muito mais uma brincadeira de infância ou uma forma para se economizar grana na época da juventude do que uma opção de lazer.
Muita mais que isso, acampar é um estilo de viagem com uma experiência enriquecedora. Entenda agora o porquê:

Momento em família
Acampar permite estreitar e reforçar laços familiares num ambiente saudável. Na correria do cotidiano, esses momentos de intimidade e relacionamento podem ficar comprometidos e um acampamento no final de semana pode proporcionar momentos de lazer e união. Vemos muitas crianças também acampando desde pequeninas para elas acampar é uma diversão mas aprendem com brincadeiras noções de respeito à natureza, cuidado ao meio ambiente e convivência social.

Ar puro e felicidade
Ar puroAquela sensação de bem estar ao respirar um ar fresco e puro em meio às árvores parece bobeira, mas de fato o oxigênio libera a serotonina no cérebro que é responsável por esta sensação de felicidade e reduz o estresse. A luz do sol e a realização de exercícios também contribuem para aumentar a produção de felicidade no corpo! 🙂

Exercícios para o corpo
Nossos ancestrais que inventaram o acampamento ou que eles chamavam de subsistência rs não ficavam 8 horas por dia sentados atrás de uma mesa. Acampar envolve diversas atividades físicas: caminhar, procurar lenha, montar o acampamento, explorar a região. Você não precisa estar numa academia para fazer exercícios, só de carregar os seus equipamentos para acampar e montar o acampamento vai fazer seu sangue bombear e queimar algumas calorias!

Uma boa noite de sono
Partindo da premissa que você possui um equipamento decente para acampar, vai cair no sono rapidamente depois de um dia cheio de atividades e exercícios. Além disso, o som da natureza com cigarras, sapos, ondas da mar ou simplesmente o silêncio de uma montanha são ótimos para dormir. Vários campistas também afirmam que possuem ciclos melhores de sono depois de voltar de uma viagem acampando.

Meditação
Quando você acampar, não esqueça de desligar o seu celular. Tente deixar o notebook em casa e desconectar-se durante o acampamento aproveitando essa experiência com a natureza. Essa é uma das maneiras mais fáceis de conseguir os benefícios da meditação aumentando sua auto-consciência por meio dessa ferramenta que reduz o estresse, a fatiga e melhora sua saúde como um todo.

Novas amizades
Acampar propicia momentos para conhecer pessoas de regiões e hábitos diferentes compartilhando experiências num ambiente de respeito, honestidade, cuidado e colaboração. Fazer novas amizades torna-se uma consequência natural com esta atmosfera construtiva.

Novos lugares
Fazer turismo e conhecer novos lugares desde os mais badalados até os mais remotos que ainda têm pouca presença do homem. Acampar permite ir a lugares mais privilegiados com pé na areia ou no alto de uma montanha. Também dá a liberdade de você decidir ir subitamente viajar no final de semana e ficar o tempo que tiver disponível (com exceção dos lugares badalados em alta temporada!).

Apreço pela natureza
Acampar possibilita um contato direto com a natureza conhecendo e vivenciado suas maravilhas desde paisagens, pássaros, flores, praias, montanhas e céus estrelados com harmonia e naturalidade. Aproveitando a serenidade dessa experiência e resgatando o que é uma vida simplificada, sentindo um pouco a maneira como viviam os nossos antepassados.

Lazer acessível
Há disponível diversas opções de equipamentos com todos os tipos de preços. Depois do primeiro investimento com a compra do seu kit para acampar, esses produtos são reutilizáveis e serão bem aproveitados pois permitirão muitas viagens! A compra pode ser até dividia entre amigos que realizam viagens com recorrência pois muitos itens podem ser compartilhados, principalmente a barraca. O dinheiro gasto em passagens aéreas e estadias de hotel podem ser apagados!

Um novo desafio
Acampando você pode experimentar algo novo, adquirir novas habilidades, aprender numa vivência prática. Estudos comprovam que novas experiências contribuem para a saúde do cérebro principalmente atividades que são físicas e intelectuais. E acampar envolve esses dois critérios. Somos sinceros e acampar não é só flores, tem todo um esforço de carregar peso, conseguir montar uma barraca, aprender a acender uma fogueira e outras questões que encaramos ao acampar. Mas esses desafios podem estimular seu cérebro a pensar e lidar com problemas complexos.

E tudo isso é possível por meio de um lazer, uma viagem com distração e divertimento!

Quer programar agora um acampamento? Confira os equipamentos básicos para acampar clique aqui.

Via trilheiros.net

AVENTURE-SE!
GUEPARDO
www.guepardo.net
Fale conosco: 0800 646 5687

Comente

03

04

Nossa dica para o feriado de páscoa com a barraca Zeus 6 recomendada no blog! 😉

Confira e prepare-se para acampar com conforto e segurança!

http://meiduzmato.blogspot.com.br/2012/03/zeus-6-para-acampar-com-galera.html

Assessoria de Comunicação Guepardo
Thais Turossi
Fale Conosco 0800 646 5687

Comente

10

01

Quando se pensa em fazer uma viagem, muita gente acha estressante ter que procurar hotel, reservar quartos e, muitas vezes, sofrer com a falta de vagas na rede hoteleira. Por isso, muitas pessoas têm trocado o conforto de um hotel pela liberdade oferecida pelos campings. A equipe de reportagem do Jornal Agora foi até um dos campings do balneário Cassino para conhecer um pouco sobre a rotina daqueles que por lá estão veraneando.

Próximo à rua Júlio de Castilhos, o camping estava lotado desde sexta-feira. Muitos dos que por ali estavam eram de cidades do estado do Rio Grande do Sul que vieram para conferir, na beira da praia, a virada do ano. Outros pretendem ficar até o final da temporada e, por isso, vieram com fogão, geladeira e diversos equipamentos para deixar a estadia com mais cara de lar.

Para passar o verão, estão Otto Pereira e Vera Martins. No Cassino desde o dia 08 de dezembro e pretendem ficar até o dia 15 de março. A família veio com intuito de aproveitar o bom movimento da praia para trabalhar um pouco por aqui. Além de fogão, geladeira e televisão, a família diz que deixou em casa “apenas as paredes”. “A vida no camping é bem boa, a parte difícil é o dia de vento, que tem que segurar, mas a melhor parte é a liberdade”, afirma Vera. Já Renata Oliveira, que os acompanha, diz que o camping é bem organizado e com regras para manter a situação tranquila. Otto Pereira afirma que, quando se está em um camping com diversos vizinhos, é uma boa oportunidade para conhecer novas pessoas e fazer muitas amizades.

De Santa Maria e São Borja, veio um grupo de três casais para se encontrar na maior praia do mundo. Desde a última quinta-feira em Rio Grande, Marcio Pereira diz que a estadia está boa, mas que a chuva assustou um pouco os planos da turma. Equipada com freezers, geladeira e muitos preparativos para o bom e velho churrasco, a turma mostra a empolgação de estar entre amigos. Pretendendo ficar por uma semana no camping, dizem que a parte mais difícil é de montar e desmontar o acampamento.

O custo médio para acampar é de R$ 12 em dia comum e 15 aos feriados por pessoa. Uma família de quatro pessoas por um período de 30 dias vai gastar cerca de R$ 1500, enquanto os aluguéis de casas durante a temporada pelos mesmos 30 dias podem ser bem superiores. O camping tem se tornado uma ótima opção àqueles que querem um veraneio sem gastar muito e mais perto da natureza.

 Foto: Deyver Dias
Texto: André Zenobini
Fonte: Jornal Agora

Por:
Assessoria de Comunicação Guepardo
Fernanda Wieser
Fale Conosco: 0800.646.5687

Comente

29

11

Você pode aproveitar esse passeio diferente e barato para ensinar ao seu filho não somente sobre um estilo de vida mais simples, mas sobre o descarte de lixo, o respeito aos animais e plantas e a preservação das águas e matas

  shutterstock

Ana Amaral, seu marido e o filho Enzo, de 5 anos, estavam fazendo uma trilha ecológica quando uma família que andava à frente deles, também com um filho pequeno, jogou um palito de picolé no chão. Sem que os pais dissessem nada, imediatamente Enzo apanhou o palito e jogou no lixo. “Aconsciência ambiental dele tem crescido cada vez mais”, conta a mãe, vendedora em Natal (RN) e autora do blogMãe Mochileira, Filho Malinha, no qual ela conta sobre seus passeios com o filho e dá dicas para outras famílias de como fazer o mesmo de forma prática e barata. Segundo Ana, levar o filho para viagens de aventura no meio da natureza ensinou a ele preciosas lições de sustentabilidade e respeito ao meio ambiente.

Ao acampar em um camping próximo à Praia da Pipa (RN), Ana teve a chance de mostrar a Enzo animais em seu habitat natural e explicar o que eles comiam (e o que não podiam comer, como biscoito) e como viviam, experimentar frutas no pé e armar a barraca em conjunto, procurando um local que interferisse o mínimo possível no ambiente. “Não dá para levar a um lugar desse e não explicar nada sobre aquele ambiente onde ele está. Ele vivenciou muita coisa, tomou banho frio, ficou sem energia elétrica, deu comida para os peixes”, afirma a mãe. E alerta: “Não adianta só fazer e não explicar sobre preservação, porque ele não tira as próprias conclusões. E também não adianta ficar explicando sobre a natureza dentro de um apartamento se ele nunca vê isso.”

Humberto Brandão, presidente da Associação Carioca de Campismo Amigos do Rio, acredita que levar as crianças para um passeio como um acampamento é a melhor maneira de ensinar e despertar o gosto e o respeito pelo meio ambiente. “A partir do momento que levamos as crianças para conviver em um local dentro da natureza, mostramos para elas os motivos para preservar”, diz.

Além do contato com o meio ambiente, raro hoje em dia para quem mora em cidade, acampar com os filhos também traz outros atrativos, como distanciar um pouco a criançada da tela da televisão e do computador, evitar locais cheios como shoppings centers, e gastar menos, já que uma diária por pessoa em um camping, por exemplo, gira em torno de R$ 20, contra uma média de R$ 150 em uma pousada.

Agora, se você tem receio em relação ao conforto para a sua família, saiba que hoje existem campings com uma ótima infraestrutura. Abaixo você confere algumas dicas importantes para levar as crianças para acampar – sem estresse! Tenha certeza de que na volta será a primeira coisa que o seu filho vai querer contar ao amigos. Divirtam-se!

 

O camping 

– Cheque a segurança do camping, se é um local fechado e quem tem autorização de entrar. Não deixe objetos de valor na barraca

– Saiba antes qual é o público que costuma frequentar aquele camping. Dê preferência para locais com mais famílias para evitar desconfortos em relação a festas, barulho, álcool e outras questões

– Avalie que tipo de estrutura vai garantir a melhor estada para a sua família: uma cozinha, rede wireless, banheiros com água quente, energia elétrica são bons exemplos

– Tome cuidado com o lixo produzido. Descarte corretamente e ensine isso às crianças

– Não alimente animais silvestres com produtos industrializados

– Verifique quais são os passeios possíveis próximos ao camping, se são muito compridos, embaixo do sol e de difícil acesso – isso pode ser ruim para as crianças

– Observe se o camping também respeita o meio ambiente em relação a lixo, corte de árvores, cuidados com os animais e tratamento de água e esgoto

A bagagem

– Na mala, coloque protetor solar, repelente contra insetos e pomada para queimadura e picadas

– Leve pouca roupa – mais uma lição para viver com menos e sem se preocupar em ocupar muito espaço

– Roupas e sapatos devem ser adequados para andar na lama, fazer trilhas e outras atividades

– Lanterna é algo que não pode faltar em um acampamento, seja para iluminar onde não há luz, seja para contar histórias e fazer brincadeiras à noite

– Leve um canivete para cortar frutas e eventualmente cipós e galhos

– Fósforo e álcool são úteis para fazer uma fogueira com as crianças, mas deixe esses produtos bem longe delas. Fique atento também ao local onde será feita a fogueira para não provocar incêndios

– A caixa de primeiros socorros é um item imprescindível para quem vai acampar. Leve também aqueles medicamentos que o pediatra do seu filho costuma receitar para febre ou alguma dor

– Compre uma capa plástica descartável para proteger do frio e tapar buracos na barraca e uma lona para proteger da umidade

– Arme a barraca antes de sair de viagem, seja na sala do apartamento ou no quintal, pode ser divertido para as crianças e também seguro para os adultos, que devem checar como armá-la e se há furos ou rasgos na estrutura

– Leve algum objeto que a criança tenha bastante apego, como um bicho de pelúcia ou um brinquedo específico, para que não haja estranhamento na hora de dormir, por exemplo

– Planejar e ensinar brincadeiras e jogos simples de quando você era criança e que não dependem de energia elétrica ou de outros objetos pode ser divertido

– Leve um tapete para a porta da barraca, porque as crianças gostam de entrar e sair o tempo todo e levam sujeira para dentro

Texto/Imagem: Carmem Guerreiro
Fonte: Crescer 

Por:
Assessoria de Comunicação Guepardo
Fernanda Wieser
Fale Conosco: 0800.646.5687

Comente

06

10

Já sabe o que vai fazer com sua criança no Dia das Crianças? Se ainda não planejou nada, nós temos uma dica bacana: leve a criança para acampar! Passe um dia diferente com ela!

Vários campings já estão com programação especial para o Dia das Crianças, consulte o mais próximo e veja o que ele oferece.

Abaixo, algumas fotos para inspirar você nesta aventura!

Aceite a dica e passe um dia muito divertido!

Imagens: Divulgação

Por:

Assessoria de Comunicação Guepardo
Fernanda Wieser
Fale Conosco: 0800.646.5687

Comente

05

07

 

Teresópolis tem desde áreas de fácil acesso e com boa estrutura a locais para acampamento em altitude

 

Privilegiada pela natureza e onde estão localizadas três unidades de conservação ambiental, Teresópolis oferece muitas opções para quem gosta de aproveitar os momentos de lazer em meio a áreas preservadas. Uma delas é o camping: Em nossa cidade há locais de fácil acesso, que contam com excelente infraestrutura, inclusive chuveiro com água quente, a áreas para quem gosta de um pouquinho mais de aventura – os acampamentos em campos de altitude, como é o caso da Pedra do Sino. Nas férias do mês de julho, essa pode ser uma excelente maneira de passar os dias com toda a família, conhecendo melhor as belezas da nossa região e sem gastar muito. Nessa reportagem especial, vamos mostrar os três principais locais para realizar acampamentos e poder ver o mundo de cima ou, simplesmente, ter um contato direto com a natureza mesmo com o conforto de poder parar o carro ao lado da área de camping.

Pedra da Tartaruga

Com a criação do Parque Natural Municipal Montanhas de Teresópolis, em julho de 2009, a Pedra da Tartaruga voltou a ser um excelente local para ser frequentado por público de todas as idades, principalmente para quem gosta de acampar. Anteriormente apenas um local coberto de mato, buracos e até lixo, um grande espaço no cume da montanha, que fica a 1.280 metros de altitude, foi transformado em uma área de camping. O terreno foi arrumado, há bancos feitos com lajotas e, agora, há água nas proximidades do topo da montanha. Uma nascente descoberta no cume de outra formação rochosa próxima, o Camelo, está abastecendo esse núcleo da unidade de conservação – administrada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Da portaria do parque até o “casco” da Tartaruga, onde fica a área de camping, são menos de 15 minutos de caminhada. A dica é montar a barraca com a porta virada para a Mulher de Pedra e Três Picos, onde nasce o sol: Assim, não é preciso nem sair debaixo das cobertas ou do saco de dormir para ver o espetáculo da natureza de um ângulo fantástico. Além das cores fortes do início da manhã, geralmente o vale abaixo dessa montanha fica coberto de nuvens, deixando somente as formações citadas acima e outras de altitude similar de fora.

Não é necessário pagar ingresso para acessar o PNMMT, localizado entre os bairros da Granja Florestal e Salaco, havendo muitas placas indicativas ao longo da Estrada José Gomes da Costa Júnior. A unidade funciona diariamente das 8h às 18h e, para acesso mais tarde ou mais informações sobre o camping, o telefone é 2741-2234.

 

Texto: Marcello Medeiros
Fonte e Imagem: O Diário de Teresópolis


AVENTURE-SE!

Por:
Assessoria de Comunicação Guepardo
Fernanda Wieser
Fale Conosco: 0800.646.5687

Comente

10

12

 

Você já pensou em passar o Natal em um acampamento, em contato com a natureza, festas animadas, música ao vivo em um ambiente para toda a sua família? Itu oferece diversos campings com atividades para todas as idades e gostos, além de pacotes especiais para tornar a data inesquecível.

 

 

O Camping Cabreúva oferece duas opções de pacotes (de 23 a 26 ou de 24 a 26 de dezembro) e preços especiais para famílias. Na noite de Natal, o Camping terá jantar à luz de velas, com direito a música ao vivo.

 

O Natal do Camping Carrion conta com muitas atrações musicais. Para a ceia, o cantor Agnaldo Araujo agita a noite de comemorações. Nos outros dias, a animação fica por conta de samba e sertanejo, com a dupla João Carlos e Alexandre. Confira os pacotes especiais de 23 a 26 de dezembro.

 

O Camping Chapéu-de-Sol inclui café da manhã e almoço durante os três dias do pacote (23 a 26 de dezembro), com destaque para o cardápio especialmente preparado para o dia de Natal. As hospedagens ficam por conta dos charmosos chalés ou de barracas.

 

Veja também a programação do Camping Casarão, situado em uma paisagem panorâmica de Itu, o local conta também com cascata, lagos e grutas. Há uma área conservada de mata nativa com trilhas ecológicas, bosques, riachos subterrâneos, lagos e uma cascata para banhos de ducha, ótimo para quem deseja começar 2011 em contato com a natureza.

 

E o Camping das Pedras apresenta aos turistas uma programação especial para o período de festas de Natal. Com pacotes que variam dos chalés às barracas, toda a infraestrutura do Camping se alia ao charme da Fazenda.

 

Texto/imagem/fonte: Blog Prazeres de Itu

 

AVENTURE-SE!

Por:
Assessoria de Comunicação Guepardo
Fernanda Wieser – Assistente de Marketing
Fale Conosco: 0800.646.5687

1 Comente

Seguidores