Blog | Guepardo Aventura ao Extremo

Blog

Voltar
Home > Blog

10

01

Quando se pensa em fazer uma viagem, muita gente acha estressante ter que procurar hotel, reservar quartos e, muitas vezes, sofrer com a falta de vagas na rede hoteleira. Por isso, muitas pessoas têm trocado o conforto de um hotel pela liberdade oferecida pelos campings. A equipe de reportagem do Jornal Agora foi até um dos campings do balneário Cassino para conhecer um pouco sobre a rotina daqueles que por lá estão veraneando.

Próximo à rua Júlio de Castilhos, o camping estava lotado desde sexta-feira. Muitos dos que por ali estavam eram de cidades do estado do Rio Grande do Sul que vieram para conferir, na beira da praia, a virada do ano. Outros pretendem ficar até o final da temporada e, por isso, vieram com fogão, geladeira e diversos equipamentos para deixar a estadia com mais cara de lar.

Para passar o verão, estão Otto Pereira e Vera Martins. No Cassino desde o dia 08 de dezembro e pretendem ficar até o dia 15 de março. A família veio com intuito de aproveitar o bom movimento da praia para trabalhar um pouco por aqui. Além de fogão, geladeira e televisão, a família diz que deixou em casa “apenas as paredes”. “A vida no camping é bem boa, a parte difícil é o dia de vento, que tem que segurar, mas a melhor parte é a liberdade”, afirma Vera. Já Renata Oliveira, que os acompanha, diz que o camping é bem organizado e com regras para manter a situação tranquila. Otto Pereira afirma que, quando se está em um camping com diversos vizinhos, é uma boa oportunidade para conhecer novas pessoas e fazer muitas amizades.

De Santa Maria e São Borja, veio um grupo de três casais para se encontrar na maior praia do mundo. Desde a última quinta-feira em Rio Grande, Marcio Pereira diz que a estadia está boa, mas que a chuva assustou um pouco os planos da turma. Equipada com freezers, geladeira e muitos preparativos para o bom e velho churrasco, a turma mostra a empolgação de estar entre amigos. Pretendendo ficar por uma semana no camping, dizem que a parte mais difícil é de montar e desmontar o acampamento.

O custo médio para acampar é de R$ 12 em dia comum e 15 aos feriados por pessoa. Uma família de quatro pessoas por um período de 30 dias vai gastar cerca de R$ 1500, enquanto os aluguéis de casas durante a temporada pelos mesmos 30 dias podem ser bem superiores. O camping tem se tornado uma ótima opção àqueles que querem um veraneio sem gastar muito e mais perto da natureza.

 Foto: Deyver Dias
Texto: André Zenobini
Fonte: Jornal Agora

Por:
Assessoria de Comunicação Guepardo
Fernanda Wieser
Fale Conosco: 0800.646.5687

Compartilhe

No comments yet.

Comente!

Seguidores